[Review] Star Trek Beyond – SEM SPOILER

Space, the final frontier. These are the voyages of the starship Enterprise. Its 5-year mission: to explore strange new worlds, to seek out new life and new civilizations, to boldly go where no one has gone before.

ou

Espaço, a fronteira final. Essas são as viagens da nave estelar Enterprise. Em sua missão de 5 anos para explorar novos mundos, buscar novas formas de vida, novas civilizações, audaciosamente indo onde ninguém jamais esteve.

Esta simples frase consegue definir o espírito de uma franquia gigantesca que se renova e melhora cada vez mais.

Star Trek ou Jornada nas Estrelas é a franquia com o maior fã clube do mundo. Os famosos Trekkers dominam todas as convenções da franquia ou de sci-fi, com seus uniformes e funções. É algo muito legal de se ver!

ehbomsaber_st

Desde o 1º filme da nova franquia lançado em 2009 e dirigido por São JJ Abrams, Senhor da Nostalgia e Viagem no Tempo, grande parte desses fãs não se sentiram representados. A maioria dizia que o filme ficou com um tom muito maior de aventura e ação do que de sci-fi, como eram os antigos.

A expectativa era que o mesmo “problema” se mantivesse para esse 3º filme, já que escolheram o mesmo diretor de Velozes e Furiosos para dirigi-lo. Porém, desafiando todos os medos dos fãs, esse filme trouxe de uma forma sem igual a essência do que deve ser um filme de Star Trek.

Para quem acompanha as séries e filmes antigos, sabem que Jornada nas Estrelas é sobre união, como pessoas podem alcançar o inalcançável, trabalho em equipe, amizade e tudo isso com um toque de Sci-fi muito bem estabelecido e palpável.

Muitos de vocês podem não lembrar, mas o 1º aparelho celular foi chamado de Startac em homenagem à série. Ele era muito parecido com o 1º modelo de comunicador interestelar que os membros da Federação possuíam.

Exatamente esses elementos na visão de muitos, não foi amplamente trabalhado nos 2 primeiros filmes. Mas em Star Trek Beyond isso não voltou a acontecer. Até mesmo os mais exigentes saíram maravilhados com o filme. Se utilizando exatamente de todas as características que tornam Star Trek, em Star Trek, o filme construiu as relações, personalidades, qualidades, defeitos e características de todos os membros da nave.

Houve espaço para todos os personagens, não somente Kirk ou Spock, mostraram claramente o por que a tripulação é tão importante e por que eles são tão brilhantes. Até mesmo a maneira que a Federação trabalha foi questionada e apresentada nesse filme.

Com o equilíbrio certo de humor, drama, sci-fi e efeitos o filme trabalha uma trama e problemas bastantes palpáveis. A tripulação enfrentará um vilão bem interessante, nada tão problemático quanto Khan, mas bem elaborado.

O filme tem 2h e 2min de duração e o mesmo cast que os anteriores, com exceção do lendário Leonard Nemoy que todos sabemos faleceu. Infelizmente não contaremos com o ator Anton Yelchin (Chekov) pros próximos filmes, pois de uma forma muito improvável e trágica, ele também faleceu.

Confiram o trailer:

Gostaram? Vão assistir o filme no cinema? Aqueles que já assistiram, o que acharam do filme? Qual raça vocês querem ver no próximo filme?

Um comentário sobre “[Review] Star Trek Beyond – SEM SPOILER

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *